COMO AUMENTAR A TESTOSTERONA PARA TER MAIS QUALIDADE NOS TREINOS ~ Hábitos e Nutrição Fit



12/10/2016

 Como aumentar a Testosterona para ter mais qualidade nos TreinosA Testosterona é o hormônio mais anabólico do corpo humano responsável pelo aumento da força, do vigor sexual, na redução de gordura corporal, afasta a fadiga e a depressão entre outras características físicas.

Este hormônio androgênico é produzido naturalmente pelo nosso organismo, pouco presente no corpo feminino e em grande quantidade nos homens, é um hormônio esteróide proveniente da degração, quebra de molécula, oxidativa do colesterol. A Testosterona, no homem é fabricado pelos testículos e em menor parte pelas Glândulas Supra-Renais. Na mulher, a Testosterona também é produzida, em menor quantidade pelos Ovários e Glândulas Supra-Renais.    

Como aumentar os níveis de Testosterona, para quem pratica atividades físicas de alta intensidade, seja por alimentação, suplementos, remédios e/ou no dia-a-dia, que desejam ganhar mais força e massa muscular.

Como aumentar a produção de testosterona através da alimentação:

1- Coma mais Gordura boa

A Testosterona é proveniente do colesterol, uma gordura encontrada naturalmente no seu corpo. Logo, se você não manifestar vontade de ingerir a gordura boa a sua produção de testosterona ficará debilitada. Adicione Amêndoas, Amendoim, Castanha, Linhaça, Azeite extra virgem, Abacate, Peixe, Ovos inteiros entre outros. Lembrando que esses alimentos devem ser de 20 a 30% da sua dieta para ajudar a aumentar os níveis de testosterona.

2- Evitar comer soja e seus derivados

A soja contém fitoestrogênio chamado Isoflavona composto que apresenta efeito estrogênico por apresentarem semelhança estrutural com os hormônios estrogênicos, encontrados em maior concentração nas mulheres. A soja apesar de ser um anti-oxidante potente contra os radicais livres e o envelhecimento, se você faz uso do leite e derivados da soja na sua dieta diária, você será um forte candidato a ter os níveis mais baixos de testosterona.

3- Fazer uma alimentação rica em vegetais crucíferos

Os vegetais crucíferos são alimentos funcionais que além de nutrir e proteger o organismo de doenças, vai ajudar a diminuir os níveis de estrogênio no seu organismo, consequentemente ajudará a aumentar os níveis de testosterona. Os vegetais crucíferos possui uma substância chamada Diindolylmethane (DIM) Complex que tem demonstrado ter consideráveis efeitos na regulação de estrogênio. São alguns exemplos de vegetais crucíferos: Brócolis, Couve-Flor, Rabanete, Repolho, Couve de Bruxelas. De preferência ingeri-los cru. O Complexo DIM também está disponível em forma de suplemento dietético, porém é mais difícil de encontrar.

4- Aumente o consumo de Zinco 

O Zinco é essencial e muito importante na produção de testosterona. Níveis muito baixo desse mineral dificultará que a hipófise, uma pequena glândula, libere o Hormônio Luteinizante(LH), o principal responsável pela liberação de testosterona nos testículos. O Zinco também tem a ação de impedir que a testosterona através da enzima Aromatase se transforme em estrogênio. Os alimentos que contém Zinco também são considerados afrodisíacos, pois, alteram o funcionamento do metabolismo: Alguns aumentam o desejo sexual, outros beneficiam a produção de hormônios ligados à libido e estimulam a sensação de prazer. Segue alguns alimentos ricos em zinco: Carne Bovina, Peru, Frango, Fígado, Carangueijo, Mariscos, Ostras, Nozes, Salmão, Amêndoas, Amendoins, Feijão e Iogurte, entre outros. Entretanto, para manter no nosso dia-a-dia esse mineral no organismo você deve evitar duas coisas, as bebidas alcoólicas e o cigarro.

5- Aumentar o consumo de Vitamina C

Os níveis baixos de vitamina C podem aumentar o cortisol no sangue levando a sintomas como perda de massa muscular, aumento de peso e diminuição da testosterona, entre outros. A vitamina C ajuda a diminuir a enzima Aromatase, que transforma testosterona em estrogênio. Faça de preferência uma alimentação natural rica em vitamina C de 1000 a 1500mg por dia. Porém, se ainda faltar use um suplemento. Conheça alguns alimentos ricos em vitamina C: Frutas cítricas como Morango, Laranja, Kiwi, Acerola, Tomate, etc e Vegetais Verdes como Couve, Brocoli, Pimentão, etc.

6- Incluir vitaminas A, D e E na sua dieta

Assim como a vitamina C e Zinco as vitaminas A, D e E são fundamentais na produção da testosterona. A deficiência dessas vitaminas no seu organismo, certamente terá sua produção de testosterona diminuída. Caso contrário, se você já faz uma dieta com Frutas, Legumes, Carnes Magras e Nozes, provavelmente seus níveis dessas vitaminas serão ideais. 

7- Beber menos Café

Pesquisas revelam que elevado consumo de cafeína causa perda de algumas vitaminas e minerais, incluindo vitaminas B e C, Calcio, Ferro e Zinco. A bebida estimula o fluxo de hormônios causadores de estresse, ansiedade, irritabilidade, insônia e tensão muscular. Para não comprometer a saúde a dose máxima de cafeína por dia é algo em torno de 250mg. Uma xícara de café tem mais ou menos de 100 a 150mg de cafeína. 

8- Fitoterápicos

Alguns fitoterápicos estimulam a produção de testosterona de forma natural. Como Tribulus Terrestris, Raiz de Urtiga, Extrato de Fenacho, Tongkat Ali, Avena Sativa, Maca Peruana, Mucuna Pruriens e Epimedium Grandiflorum. 


Leia também!
  

➨ Como Aumentar Elevar o nível da Testosterona no Dia-a-dia:
 


➨ Como elevar a produção de Testosterona por  meio  da  prática de Exercícios Físicos:   


Muitas das imagens do nosso blog vem de fontes diversas, sendo em sua maior parte externas e muitas não autorizadas. Algumas das fotos pertencem ao blog Habitos e Nutrição Fit, a menos que sejam creditadas. Se alguma foto de sua autoria estiver no nosso blog e você desejar sua remoção, favor enviar um email para habinutrifit@gmail.com que prontamente a retiraremos do ar.

Translate this Blog!

Pode deixar o seu recado aqui!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Seguidores Google+

Saiba o seu IMC!

Postagens mais visitadas