COMO AUMENTAR A PRODUÇÃO DE TESTOSTERONA POR MEIO DA PRÁTICA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS: ~ Hábitos e Nutrição Fit



20/11/2016

1- Faça exercícios que trabalhe mais de um grupo muscular


COMO AUMENTAR A PRODUÇÃO DE TESTOSTERONA POR MEIO DA PRÁTICA DE EXERCÍCIOS FÍSICOS:Ao iniciar uma rotina de exercícios em uma academia, onde você deverá trabalhar mais de um grupo muscular com média e grande intensidade para elevar seus músculos ao limite. Com isso, vai obrigar o seu organismo a aumentar a produção de testosterona para fornecer mais energia e força para os músculos suportarem a pressão.


2- Treine sempre com 100% de esforço


Se você tem o objetivo de ganhar massa magra, considere levar seu treino até o seu limite máximo com 100% de intensidade para seu organismo liberar mais testosterona.


3- Treine pernas com muita intensidade


Os membros inferiores são os músculos mais fortes do seu corpo. Treine como se estivesse treinando os membros superiores. Como treinar pesado é um dos pré-requisitos para agilizar a produção de testosterona use o músculo mais forte que tem para tirar esse proveito.


4- Perca Gordura corporal


Os depósitos de gordura são ricos na enzima Aromatase e esta enzima é responsável por transformar testosterona em estrogênio. Portanto, quanto mais você estiver acima do seu peso maiores serão os seus níveis de estrogênio no organismo. Níveis altos de hormônio feminino é menos testosterona no seu sangue. Se você estiver acima do seu peso, treine com foco para emagrecer, concentre-se nesse objetivo. Entretanto tome cuidado com a sua dieta, pois, passar fome vai fazer com que seus níveis de cortisol aumentem, levando a uma redução maior da sua testosterona. O melhor é fazer uma dieta equilibrada comendo de 3 em 3 horas para manter inalterável o nível de cortisol.


5- Faça corridas de pouca distância


Já reparou nos corredores de pouca distância como tem grande massa muscular? 


Um estudo publicado no Journal of Sports Sciences comparou os níveis de testosterona entre corredores de longa e curta distâncias. A resposta e compatível com a massa muscular desses atletas:



  • corredores de grande distância obtiveram maiores níveis de cortisol devido ao stress do esforço continuado por longos períodos e consequentemente menos testosterona.
  • corredores de curta distância a esplosão muscular na largada é muito maior em um curto espaço de tempo fazendo com que o organismo libere mais testosterona acima do normal.

6- Não demore na academia

Segundo pesquisas, a testosterona não permanece durante todo o treino, existe uma curva hormonal que começa a crescer com estímulos iniciais do treinamento, chega ao seu máximo em 40 minutos mais ou menos e começa a declinar chegando nos seus níveis iniciais em 1h 20 m mais ou menos de treino. O treino pesado estressa o organismo que libera o cortisol, que por sua vez faz diminuir os níveis de testosterona, se você continuar treinando após essa 1h 20m seus índices de testosterona ficaram cada vez mais baixos. Portando, o melhor a fazer é manter seus treinos curtos.

7- Quase 100% da carga máxima

Há dois estudos, um Sueco e outro Filandês, que para alcançar maiores níveis de testosterona na corrente sanguínea, utilize pesos pesados cerca de 85% da sua carga máxima e fazer de 3 a 5 repetições por série. Isso vai de encontro com o protocolo de força muito esforço em curto espaço de tempo. 
Voltar...



Muitas das imagens do nosso blog vem de fontes diversas, sendo em sua maior parte externas e muitas não autorizadas. Algumas das fotos pertencem ao blog Habitos e Nutrição Fit, a menos que sejam creditadas. Se alguma foto de sua autoria estiver no nosso blog e você desejar sua remoção, favor enviar um email para habinutrifit@gmail.com que prontamente a retiraremos do ar.

Translate this Blog!

Pode deixar o seu recado aqui!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Seguidores Google+

Saiba o seu IMC!

Postagens mais visitadas