Como acelerar a Recuperação Muscular? ~ Hábitos e Nutrição Fit



08/09/2017

Conheça o poder das PROTEÍNAS baseadas em Plantas

Como acelerar a Recuperação Muscular?
A função das proteínas é construir e reparar o crescimento muscular, regular o funcionamento de diversos órgãos e realizar a defesa do organismo.


Há um grande equívoco de que precisamos de muita proteína em nossa dieta para sobreviver. A recomendação para adultos é de apenas 0,8 gramas por quilograma de peso corporal.
    
Dietas de alta proteína ganharam popularidade como um método para perda de peso. O problema é que muitos dos produtos consumidos são produtos de origem animal ou ainda pior produzidos com produtos químicos em pó e barras.
   
Esses produtos são extremamente ácidos e difíceis de digerir.
      
É importante perceber que a proteína não é gratuita para todos os alimentos. Assim como carboidratos e gorduras, a proteína contém calorias.
    
Um grama de proteína é igual a 4 calorias. 
     
Consumir algumas gramas extras de peito de frango ao longo do dia. Eventualmente, o excesso de ingestão de proteínas pode levar ao aumento de peso à medida que os desejos se estabelecem, uma vez que a absorção de nutrientes podem tornar-se comprometida devido a uma dieta rica em proteínas e com muita gordura, vazada de fibra solúvel e alimentos alcalinos, que ajudam na saúde digestiva.

O que muitos negligenciam é que quase todos os alimentos contêm proteínas, carboidratos e gorduras em diferentes proporções. É verdade que os atletas precisam de mais proteínas em sua dieta, até cerca de 1 grama por quilo de peso corporal por dia, mas apenas proteínas limpas de fontes biológicas. Colocar qualquer outra coisa em seu corpo cria uma condição estressante, pois o corpo reconhece alimentos processados, incluindo pós de proteína desnaturada processados por calor como toxinas que serão armazenadas em suas células de gordura. Só porque a quantidade de proteína é alta e os carboidratos são baixos, não o torna uma alimentação saudável!
       
O objetivo é viver um estilo de vida apto e saudável, atingir seus objetivos atléticos e pessoais, ficar ótimo e sentir-se ótimo!
     
Para fazer isso, você precisa de nutrientes de alimentos inteiros não processados.

A chave é usar suplementos para complementar uma dieta saudável com base em necessidades e objetivos individuais.

Os suplementos não devem ser sua dieta!

Você sabia que os aminoácidos são os "blocos de construção" das proteínas.

Existem 8 aminoácidos essenciais que o corpo não pode produzir e deve ser adquirido a partir da dieta.
Ao considerar proteína em pó, é importante que ela tenha um perfil de aminoácidos completos, pois isso irá parar com a quebra muscular após um duro treino e a recuperação muscular com mais velocidade.
     
A combinação de proteínas de plantas cruas de cânhamo, arroz integral e ervilha combina harmoniosamente forças para formar uma fonte de combustível facilmente digerível.
     
Após um treino, seu corpo precisa desses aminos, juntamente com carboidratos de ação rápida, idealmente dentro do período anabolizante(conhecido como janela de oportunidades). Que é de 30-60 minutos após um treino, quando seu corpo está no melhor estado para absorver nutrientes e acelerar a recuperação.
    
A proteína da Planta é rapidamente absorvida e entregue a tempo. Quando você bebe um Detox pós-treino que contém os nutrientes exatos que seu corpo precisa, você está permitindo que o corpo se concentre em recuperar em vez da digestão, o que significa que você estará de volta para academia sentindo-se ótimo no dia seguinte!
     
Conheça as 10 PROTEÍNAS à BASE de PLANTAS que você DEVE COMER
     
Hoje estou compartilhando um guia abrangente com as 10 principais fontes de proteínas baseadas em Plantas!
   
Então, onde você consegue sua proteína?
     
É provavelmente uma das questões mais comuns para quem pratica um estilo de vida centrado nas Plantas. 
          
Continue lendo as 10 principais fontes de proteína à base de Plantas.

TOP 10 PROTEÍNAS à base de PLANTAS para incorporar a sua dieta diária

1. LENTILHAS
   
As lentilhas são uma fonte surpreendente de proteínas, carboidratos e fibras. As lentilhas são consideradas uma proteína amilácea. As ervilhas verdes também podem ser adicionados na mesma categoria que as lentilhas.
    
Nutrição: 1 xícara de lentilhas cozidas = 18 g de proteína, 1 xícara de ervilhas verdes = 8 g de proteína

2. SEMENTES DE CÂNHAMO
     
As sementes de cânhamo não só contêm proteínas, mas também contêm gorduras saudáveis ​​para o coração, principalmente ácidos graxos ômega-3. Eles têm um delicioso sabor sutil de nozes e são tão pequenos que podem ser facilmente usados ​​e adicionados a qualquer receita para aumentar o teor de proteína.
      
Nutrição: 3 colheres de sopa de cânhamo = cerca de 10g de proteína

3. SEMENTES CHIA
   
As sementes de Chia é uma semente antiga que tem sido usada há séculos por suas incríveis propriedades para absorver água e se transformar em uma substância semelhante a um gel graças ao teor de fibra solúvel nas sementes. Devido a essa característica única, as sementes de chia são ótimas para adicionar refeições e alimentos para engrossar naturalmente, ao mesmo tempo que aumentam a fibra, a proteína e as gorduras saudáveis ​​(principalmente omega-3).
  
Nutrição: 2 colheres de sopa = 4 g de proteína

4. QUINOA
   
Quinoa é um grão sem glúten (tecnicamente uma semente) que é usado como um carboidrato. É considerada uma proteína amilácea porque contém carboidratos, bem como proteínas e fibras.
   
Nutrição: 1/2 quina de quinoa cozida = 7-9 g de proteína

5. ESPIRULINA
   
A Espirulina é incrivelmente rica em proteínas e uma das poucas fontes de proteína à base de plantas que é principalmente proteína por peso seco (cerca de 70%).
É de cor azul-verde profundo e mudará qualquer coisa que você mistura com a mesma na cor verde. Sabor sutilmente doce de noz, mas com um sabor de algas de fundo.

   
Nutrição: 2 colheres de sopa de espirulina = 8 g de proteína

6. LEITE NUTRICIONAL
   
Levedura Nutricional é um alimento básico em dietas à base de plantas devido ao seu sabor caseoso, versatilidade, elevadas quantidades de vitaminas B e conteúdo proteico. O fermento nutricional não contém levedura ou levedura ativa, e é encontrado em uma forma de pó / flocos que cria uma pasta quando misturada com líquido, ou seja, é ótimo para fazer molhos.
   
Nutrição: 3 colheres de sopa nutricional = cerca de 12 g de proteína

7. SEMENTES
   
Sementes como as sementes de girassol, gergelim, chia, cânhamo, linho e abóbora são tantas proteínas quanto minerais. As sementes variam de tipo, e algumas são mais saborosas, enquanto outras são mais saborosas e neutras. As sementes de abóbora têm um sabor terroso, as sementes de gergelim são muito saborosas, as sementes de girassol são ligeiramente doces e de noz e as sementes de linho e chia sabor levemente de noz.
    
Nutrição: 1/4 xícara de sementes = cerca de 7-9 g de proteína

8. NOZES
    
Nozes como amêndoas, nozes, caju, pistache, nozes do Brasil e muito mais não são apenas ricas em minerais, Vitamina E e gorduras saudáveis, mas também são ricas em proteínas. As Nozes variam de tipo, e algumas são mais saborosas, enquanto outras são mais saborosas e neutras. Os cajus são uma das minhas Nozes preferidas, pois são incrivelmente versáteis para usar em pratos doces e salgados. As Castanhas do Brasil são o meu segundo favorito, porque são ricas em selênio. Apenas comer 1 por dia faz 100% do seu valor diário para selênio.
Nutrição: 1/4 xícara de nozes = cerca de 7-9 g de proteína

9. FEIJÕES
    
Os Feijões são uma fonte surpreendente de proteínas, carboidratos e fibras. Os Feijões são considerados uma proteína amilávida para ser usada de forma semelhante às lentilhas.
   
Nutrição: 1 xícara de feijão cozido = cerca de 15 g de proteína

10. TEMPEH / TOFU ORGÂNICO / EDAMAME
   
Os alimentos que contêm soja, como Tempeh(É feito através de um processo de cultura e fermentação que liga o grão de soja em um bolo fino de grãos), Tofu(tipo de queijo feito pela coagulação do leite de soja) e Edamame(forma menos processada ​​da proteína de soja), oferecem uma proteína completa contendo todos os aminoácidos.
     
Muitas vezes, essas fontes também transportam fibras e gorduras saudáveis, bem como a proteína. Tempeh é o mais nutritivo deste grupo e é uma exceção aos alimentos de soja, pois contém bactérias saudáveis ​​que ocorrem naturalmente a partir do processo de fermentação.
    
Nutrição: 1 porção de tempeh / tofu / edamame = cerca de 20g de proteína

Leia Também:

📗 A importância de fazer uma ALIMENTAÇÃO Saudável 

📗 Programa DETOX para perder até 4 kg em uma semana



0 comentários:

Postar um comentário


Muitas das imagens do nosso blog vem de fontes diversas, sendo em sua maior parte externas e muitas não autorizadas. Algumas das fotos pertencem ao blog Habitos e Nutrição Fit, a menos que sejam creditadas. Se alguma foto de sua autoria estiver no nosso blog e você desejar sua remoção, favor enviar um email para habinutrifit@gmail.com que prontamente a retiraremos do ar.

Translate this Blog!

Pode deixar o seu recado aqui!

Nome

E-mail *

Mensagem *

Seguidores Google+

Saiba o seu IMC!

Postagens mais visitadas